Facebook Twitter Google+ email



Marcelândia-MT Dia 1 de dezembro de 2017 - 05:18hs

César ganha elogios de Muralha e exalta atuação no Fla: ‘A primeira bola foi difícil, mas consegui ir bem’


O goleiro César deixou a Colômbia satisfeito com a atuação diante do Junior Barranquilla e ciente de que pode dizer que fechou o gol. Na vitória rubro-negra por 2 a 0, ele pegou até pênalti. O detalhe é que ele não jogava há dois anos e entrou numa “fogueira”, substituindo Muralha.

“Primeiro lugar eu glorifico Deus pelo dia de hoje. Mas a gente tem muita coisa pela frente, um final da Copa Sul-Americana, uma decisão na rodada final do Campeonato Brasileiro no domingo. Ainda buscamos a vaga na Copa Libertadores”, disse César, evitando o rótulo de herói, para a Fox Sports.

O goleiro rubro-negro até revelou um conselho que ouviu do técnico Reinaldo Rueda, que pediu para ele tomar cuidado com a primeira bola que fosse finalizada.

“O treinador falou isso e  eu mesmo colocava isso. Primeiro lance do jogo pode fazer diferença, mas tentei não mentalizar só o primeiro lance. Procurei me manter centrado para que as coisas que aconteceriam nesta noite. A primeira bola foi realmente difícil, mas consegui ir bem e depois no jogo também.”

O goleiro ainda comentou como se sentiu quando teve uma crise de cãibra no segundo tempo e quase foi substituído.

“Tinha puxado minha perna duas vezes, mas quando fui cobrar o tiro de meta puxou mais. Mas foi tudo bem depois”.

Muralha, que foi barrado pela comissão técnica pelas últimas falhas no gol do Flamengo, assistiu ao jogo de um camarote do estádio Metropolitano. Ao final da partida, deu uma entrevista para a Fox Sports e elogiou a atuação de César.

“A gente que trabalha todos os dias no Flamengo sabe a qualidade do César. Todos estamos felizes pelo que ele fez e pelo que os outros fizeram. É difícil ficar fora. A gente sofre. Mas vamos comemorar que domingo tem mais”, disse Muralha.

Autor de dois gols

Felipe Vizeu foi o autor dos dois gols do Flamengo e também saiu como herói. Mas não quis pedir uma vaga no time, mesmo ciente de que Guerrero deve voltar.

“A gente sabe que a classificação foi merecida. O grupo vem trabalhando para isso. Temos que ter humildade para sabermos que temos condições de chegar a esta final. Agora, vamos rumo à decisão”, limitou-se a dizer.

ESPN
Esta postagem foi publicada em 1 de dezembro de 2017 Carrossel de Notícias Topo, Destaque inicial 1, Esportes, Notícias Barra Lateral 2.

Notícias em Destaque