SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

PREVISÃO DO TEMPO

? ºC Marcelandia - MT
Titulo fixo

✦ Esportes

Campeonato Brasileiro 07/10/2018 07:20

Com 4 titulares, Palmeiras vence o São Paulo no Morumbi e quebra tabu

Agora, o Tricolor terá de correr atrás do prejuízo contra o Internacional, no Beira-Rio, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), outra parada duríssima para o time de Diego Aguirre. Já o Palmeiras encara o Grêmio, no mesmo dia e horário, no Pacaembu

 O Palmeiras segue a passos largos rumo ao título do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time do técnico Luiz Felipe Scolari fez mais uma vítima na competição nacional ao derrotar o São Paulo em pleno Morumbi por 2 a 0, resultado construído ainda no primeiro tempo graças aos gols do zagueiro paraguaio Gustavo Gómez e Deyverson. Com a vitória, o Verdão derrubou um tabu de 16 anos e voltou a superar o Tricolor, o que não acontecia desde 2002.

Apostando em Rodrigo Caio como lateral-direito novamente, Diego Aguirre preferiu deixar Everton no banco, ao contrário do que todos imaginavam, e improvisar equivocadamente Bruno Peres na ponta. Arboleda, unanimidade entre os torcedores e que também era reforço após cumprir suspensão na última rodada, também ficou na reserva. Já o Palmeiras entrou em campo com apenas quatro titulares (Weverton, Moisés, Felipe Melo e Dudu), mas mostrou que seu elenco é, de fato, muito melhor que o dos demais concorrentes.

O resultado deixou o Verdão com 56 pontos, três a mais que o vice-líder, o Internacional, que também tropeçou nesta rodada ao ser derrotado pelo Sport por 2 a 1. O São Paulo, por sua vez, estagnou com 52 pontos, se estabeleceu como quarto colocado do Campeonato Brasileiro e passou a ver o tão sonhado título nacional como algo mais distante.

Agora, o Tricolor terá de correr atrás do prejuízo contra o Internacional, no Beira-Rio, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), outra parada duríssima para o time de Diego Aguirre. Já o Palmeiras encara o Grêmio, no mesmo dia e horário, no Pacaembu.

O jogo – O primeiro tempo do São Paulo foi para se esquecer. Aos nove minutos, Sidão já deu um indício do que seria a defesa de Diego Aguirre nos 45 minutos inicias. Aos nove, o goleiro foi repor a bola em campo, mas a soltou, e Deyverson aproveitou o vacilo para finalizar. O camisa 1 tricolor ainda chegou a fazer a defesa fora da área, fato que o árbitro Wilton Pereira Sampaio não viu, e Bruno Alves acabou ficando com a sobra e afastando o perigo.

Passado o susto, o São Paulo conseguiu levar perigo ao gol de Weverton pela primeira vez aos 11 minutos, quando Hudson aproveitou o cruzamento para desviar de calcanhar no primeiro pau e mandar por cima do travessão. Depois, aos 27, foi a vez de Rodrigo Caio lamentar após cobrança de falta de Reinaldo. O lateral-esquerdo mandou para a área, a bola foi escorada na marca do pênalti e sobrou no segundo pau, mas o zagueiro não conseguiu alcançá-la de carrinho.

Já na reta final do primeiro tempo o Palmeiras não teve piedade da falta de eficiência do Tricolor e tratou de calar o Morumbi. Aos 33 minutos, Gustavo Gómez subiu sozinho para completar a cobrança de escanteio de Dudu, de cabeça, e abrir o placar. Antes de as equipes irem para o intervalo ainda deu tempo de o Verdão fazer o segundo. Mayke puxou contra-ataque, tocou para Dudu dentro da área, mas o camisa 7 bateu na trave. Na sobra, o próprio Mayke cruzou e achou Deyverson, que, assim como Gustavo Gómez, estava livre para cabecear e estufar as redes.

Segundo tempo

O São Paulo voltou a campo para a etapa complementar com duas mudanças: Nenê saiu para a entrada de Gonzalo Carneiro, enquanto Rodrigo Caio deu lugar a Everton. Desta forma, o Tricolor foi com tudo para cima do Palmeiras nos primeiros minutos, contudo, esbarrava na falta de jogadas trabalhadas e criatividade. As ações dos donos da casa eram muito mais na base da vontade do que na técnica e todas elas não deram qualquer resultado.

Desta forma, o Palmeiras se segurou firme na defesa e não deu brechas para que o rival pudesse reagir. Ciente da estratégia são-paulina, o técnico Luiz Felipe Scolari armou sua equipe para sair em contra-ataque e matar o jogo. Faltou, porém, mais eficiência na hora de concluir, principalmente com Deyverson.

Na reta final da partida, ainda deu tempo de Willian, que entrou na vaga de Hyoran, matar o jogo ao ficar com a sobra dentro da área, porém, ao bater de primeira, viu o goleiro Sidão fazer excelente defesa. Rojas também teve a oportunidade de ao menos descontar para o São Paulo após cobrança lateral de Reinaldo, mas parou em Weverton, que estava ligado para cair no canto direito, fazer a defesa, sem dar rebote, e garantir a vitória irretocável do Palmeiras no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 2 PALMEIRAS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 06 de outubro de 2018, sábado
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Rodrigo Henrique Correa (RJ)
Público: 56.694 torcedores
Renda: R$ 2.959.044,00

Cartões amarelos: Rodrigo Caio e Joao Rojas (SÃO PAULO); Victor Luis, Felipe Melo e Dudu (PALMEIRAS)

GOLS
PALMEIRAS: Gustavo Gómez, aos 33, e Deyverson, aos 37 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Sidão; Rodrigo Caio (Everton), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Nenê (Carneiro); Joao Rojas, Diego Souza (Tréllez) e Bruno Peres
Técnico: Diego Aguirre

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Gustavo Gomez e Victor Luis; Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima (Bruno Henrique); Dudu, Hyoran (Willian) e Deyverson
Técnico: Luiz Felipe Scolari.


Titulo fixo
Titulo fixo

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Cidade News Online

Rua Londrina - 341 - Marcelândia

(66) 9999-41856

contato@cidadenewsonline.com.br

Copyright © 2012/2018 - CIDADE NEWS ONLINE - TODOS O OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL
CONTATO@CIDADENEWSONLINE.COM.BR 

Titulo fixo
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo