SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

PREVISÃO DO TEMPO

? ºC Marcelandia - MT
Titulo fixo

✦ Mundo

Moçambique 30/03/2019 16:05

Moçambique confirma novos casos de cólera após passagem de ciclone

Segundo o governo do país, 271 pessoas foram diagnosticadas com a doença.

 O governo de Moçambique confirmou neste sábado (30) o registro de 271 casos de cólera após a passagem do ciclone Idai. As equipes médicas diagnosticaram os novos casos na cidade portuária de Beira, a segunda maior do país e a mais afetada pela tempestade, que deixou mais de 700 mortos em três países africanos.

O cólera se espalha pela água ou comida contaminada por fezes que contenham a bactéria causadora da doença. Pacientes diagnosticados apresentam diarreias fortes e taquicardia, e podem morrer em poucas horas caso não haja tratamento. No entanto, segundo o governo local, não houve mortes relacionadas à doença até a tarde deste sábado.

Casos de cólera não são incomuns em Moçambique, mas, segundo autoridades de saúde do país, a crise gerada pelo ciclone Idai espalhou a doença com maior rapidez. Em crises humanitárias como a vivida em Beira, surtos podem se desenvolver rapidamente com o colapso nos sistemas de saneamento e alagamentos.

O Idai chegou a Moçambique em 14 de março com ventos de mais de 170 km/h e foi seguido de fortes chuvas. A passagem da tempestade danificou casas, provocou inundações e destruiu a cidade de Beira.

Menino recebe comida de um centro de distribuição de um supermercado em Dondo, a cerca de 35 km de Beira, em Moçambique. — Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP

Ajuda humanitária

A Unicef (sigla em inglês para Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas) lançou, também na quarta (27), um apelo para conseguir US$ 122 milhões (cerca de R$ 488 milhões) em ajuda humanitária destinada a Moçambique, Zimbábue e Malauí.

Segundo a Unicef, são 3 milhões de pessoas afetadas nos três países — e cerca de metade são crianças.

Uma tropa de 20 bombeiros de Minas Gerais que atuaram nos trabalhos de busca da tragédia de Brumadinho, embarcou na noite desta sexta-feira do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, para Moçambique.

Eles devem chegar à Beira na tarde de domingo. A previsão de participação na Operação é de 15 dias.

Mães esperam com os filhos para receber comida em frente a um centro distribuição em Dondo, a cerca de 35km de Beira, em Moçambique, nesta quarta (27). — Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP

Do G1


Titulo fixo

Cidade News Online Comunicações

Rua Eduardo Gomes da Silva - 906 - Vila Isabel - Marcelândia

(66) 9999-41856

contato@cidadenewsonline.com.br

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Copyright © 2012/2019 - CIDADE NEWS ONLINE - TODOS O OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL
CONTATO@CIDADENEWSONLINE.COM.BR 

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo