SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

PREVISÃO DO TEMPO

? ºC Marcelandia - MT
Titulo fixo

✦ Mundo

Sementes da China 28/07/2020 07:46

China está enviando sementes pelo correio sem solicitação

Você encomendou sementes da China? Eu não!

 Nesta segunda-feira, 27 de junho 2020, já vejo notícias que deixaram várias ervas daninhas atrás da orelha.

Explico.

O jornal The Telegraph, a revista Newsweek, o fórum de discussões Gardener’s World e o portal The World News estão recebendo incontáveis questionamentos de seus leitores sobre o recebimento de envelopes com sementes — não solicitados — provindos da …. China!

Em Utah, nos Estados Unidos, várias pessoas ficaram surpresas com um envelope peculiar em suas caixas de correio — um pacote cheio de sementes e escrita chinesa do lado de fora.

Eu as abri e eram sementes“, disse Lori Culley, moradora de Utah, que encontrou seu pacote na terça-feira com caracteres chineses, além de um rótulo informando que havia brincos dentro. “Obviamente eles não são joias!” ela disse ao Fox 13.

Culley, que vive em Tooele, achou que poderia ser um endereço errado, mas quando ela postou sobre isso nas mídias sociais, descobriu que pelo menos 40 residentes locais haviam recebido pacotes semelhantes nas últimas semanas.

Existem regulamentos sobre quais plantas e sementes podem ser importadas e vendidas em Utah. Após a denúncia, um representante do Departamento de Agricultura de Utah pegou as sementes de Culley para testá-las. O departamento também irá obter assistência dos agentes de Alfândega e Proteção de Fronteiras para investigar essas sementes misteriosas.

Culley disse que não é a primeira vez que as pessoas recebem sementes não identificadas. Ela pesquisou on-line e descobriu que pessoas no Reino Unido haviam recebido algo semelhante.

Havia um artigo que eu encontrei no Reino Unido dizendo que isso estava acontecendo por lá, e são sementes ruins, invasivas“, disse Culley. 

Sementes misteriosas foram enviadas da China para os residentes de Utah em jul/20. | SAMEER AL-DOUMY / AFP / Getty Images

 A moradora de Utah disse que as sementes podem ser ilícitas. “Há uma possibilidade de que possa ser uma droga ou algo assim!” disse. “Elas têm cheiro, um odor.

A Newsweek entrou em contato com o Departamento de Agricultura de Utah para mais comentários sobre o correio misterioso recebido no Estado e ainda não obteve respostas conclusivas.

Já na Inglaterra, centenas de jardineiros ‘receberam entregas não solicitadas de sementes de jardins enviadas da China.

Eles emitiram um alerta depois que centenas de jardineiros britânicos receberam entregas não solicitadas de sementes que se acredita terem sido enviadas da China.

Os pacotes misteriosos foram postados para clientes que anteriormente fizeram compras legítimas de sementes em sites como Amazon e eBay.

Muitos jardineiros ficaram perplexos depois de receber entregas inesperadas – que não foram pagas – descritas como ‘pétalas’ e ‘brincos’, evidentemente para evitar verificações alfandegárias.

Funcionários do governo britânico foram informados do recebimento dessas sementes suspeitas e uma força policial foi notificada.

Foi emitido um alerta para que as pessoas para não plantem essas sementes em seus jardins, pois isso pode resultar na propagação de espécies invasoras e não nativas.

Sue Westerdale, 63 anos, que administra uma empresa de beleza e cultiva sementes como hobby, estava entre as que receberam o pacote inesperado.

Westerdale disse:

“Por causa do isolamento social, muitas pessoas estão começando a fazer hortas, algo que não faziam antes. Muitas pessoas não sabiam o melhor lugar para obter sementes, principalmente no momento em que os centros de jardinagem estão fechados, e também fizeram pedidos pela Amazon.”

E acrescentou:

“Meu marido e eu pedimos sementes de vários fornecedores via Amazon, mas todos do Reino Unido. Recebemos da Sérvia um pacote de quatro sementes de courgette (a nossa popular abobrinha), e logo em seguida recebemos uma sacola da China onde estava escrito ‘brinco de orelha’, mas que continha grandes sementes pretas”.

Westerdale, de Dronfield, Derbyshire, escreveu sobre sua experiência em um fórum britânico de jardinagem no Facebook e recebeu mensagens de centenas de pessoas dizendo que acontecera a mesma coisa com eles.

Ela acrescentou:

“Você não sabe o que está plantando ou quão perigosas essas sementes podem ser. Algumas pessoas estão em pânico.”

Westerdale não plantou as sementes e as jogou na lixeira, depois de embrulhá-las duas vezes.

Ela e o marido entraram em contato com a Agência de Saúde Animal e Vegetal, Departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais, que enviaram uma equipe para investigar.

A agência está pedindo às pessoas que receberem as sementes que enviem detalhes de qualquer histórico de compras relacionado – e encaminhem os pacotes a seus funcionários para que possam estudá-los e depois destruí-los.

Joanne McQueen, 71, gerente aposentada, residente em Newport, South Wales, recebeu uma entrega de sementes da Malásia, onde, no envelope estava escrito que eram brincos. 

Outros jardineiros disseram que receberam sementes da China e da Malásia rotuladas erroneamente como ‘pétalas’ e ‘decorações’.

Charlotte Davenport, que também é membro do fórum de jardinagem, disse que ela e seu parceiro também receberam sementes marcadas como brincos – apesar de não terem pedido sementes online.

Em um aviso para outros jardineiros, ela escreveu:

“As espécies invasoras são extremamente preocupantes. Mantenha essas sementes e pacotes de entrega isolados e não os armazene, pois podem ser necessários para a investigação. Se você quer se livrar deles, esmague-os e queime-os.”

Tracy Ryan acrescentou:

“Alguém me enviou sementes da China. Eu os queimei. Deus sabe o que há com eles. Acho que todos nós já tivemos o suficiente de “importações” chinesas este ano!”

Os Westerdales contataram o deputado Lee Rowley, do nordeste de Derbyshire, que disse ter sido abordado por outros membros com histórias semelhantes e se ofereceu para levantar a questão com o eBay e a Amazon.

As importações de sementes e plantas no Reino Unido de fora da União Europeia exigem um certificado confirmando que são seguras.

A Royal Horticultural Society disse que a importação de plantas e sementes ‘apresenta riscos potenciais à introdução de novas pragas e doenças’.

Ian Rotherham, especialista em geografia ambiental da Universidade de Sheffield Hallam, disse:

“Presumivelmente, a rotulagem é para que as sementes passem pela alfândega sem controle – embora seja difícil entender por que elas estão sendo enviadas se não estão sendo pagas. Pode ser que as sementes sejam de espécies que não queremos aqui. Você não sabe o que vai acontecer – pode ser potencialmente invasivo. Também há um problema de segurança, se as pessoas estão recebendo algo que não encomendaram. Como os responsáveis ​​obtiveram o nome e o endereço das pessoas?”

O professor de Rotherham alertou os jardineiros: ‘Faça o que fizer, não as utilize‘.

Se os pacotes não forem enviados aos investigadores, ele recomendou que as pessoas os queimassem ou embrulhassem várias vezes antes de serem descartadas na lixeira.

O ministro da Biossegurança, Lord Gardiner, da Kimble, disse:

“Encorajo todos os jardineiros a apoiar nossos esforços e a comprar de fontes respeitáveis, como um centro de jardinagem local, para ter certeza de que bulbos, sementes ou plantas não estão abrigando uma potencial praga.”

O Departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais informou que está ciente das reclamações sobre sementes chinesas não solicitadas.

Na região ocorrem mais de 1.000 interceptações por ano de entregas não autorizadas de plantas vindas do exterior, principalmente devido às vendas on-line.

Os funcionários do DEFRA estão trabalhando com representantes da Força de Fronteira e da Alfândega, ‘usando a coleta de informações e perfis de exportadores para interceptar material nos pontos de entrada’.

Tanto a Amazon quanto a Bay garantem que seus fornecedores são conscientizados das Leis locais específicas para cada produto vendido. 

Triste lembrança

Após ler tudo isso, não consigo esquecer o caso da “Vassoura de Bruxa” que literalmente varreu o cacau brasileiro do mercado mundial no ano de 1989 causando desde suicídios a falência de praticamente todas as fazendas de cacau no sul da Bahia.

Causada pelo fungo da ‘vassoura de bruxa’, a produção despencou das 406 mil toneladas ao ano (entre 84 e 85) para 123 mil entre 1999 e 2000. Pelos dados do Ceplac, o Brasil, era o segundo maior produtor de cacau, com média de 350 mil toneladas por ano, e importa hoje cerca de 70 mil toneladas para completar a produção interna, de 130 mil toneladas.

Reportagens da época mencionam que quatro pessoas filiadas ao PDT e comandadas pelo PT foram até Rondônia (no norte do País a praga é endêmica) e trouxeram via rodovia sacos e sacos de galhos que foram implantados nos cacaueiros. 

Depois disso, a Natureza encarregou-se de fazer o resto. 

Interessante esse caso das “sementes chinesas”. Bioterrorismo ?


Titulo fixo

Cidade News Online Comunicações

Rua Eduardo Gomes da Silva - 906 - Vila Isabel - Marcelândia

(66) 9999-41856

contato@cidadenewsonline.com.br

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Copyright © 2012/2019 - CIDADE NEWS ONLINE - TODOS O OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL
CONTATO@CIDADENEWSONLINE.COM.BR 

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo