SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

PREVISÃO DO TEMPO

? ºC Marcelandia - MT
Titulo fixo

✦ Polícia

Mongaguá 10/05/2018 17:48

Olha essa! PF prende prefeito com R$ 4,6 milhões e US$ 215 mil em dinheiro vivo

O prefeito de Mongaguá, interior de SP, guardava toda essa dinheirama na casa dele.

 O prefeito do município de Mongaguá, interior paulista, Artur Parada Prócida (PSDB), é um dos três agentes políticos presos pela Operação Prato Feito, da Polícia Federal, deflagrada nesta quarta-feira, 9. Na casa do prefeito os policiais encontraram (pasmem!) 4,6 milhões de reais e duzentos e quinze mil dólares em dinheiro vivo. Tem aliado político dizendo que Artur vai explicar a origem dessa dinheirama toda e por que ela estava guardadinha na casa dele.

O volume de dinheiro impressiona. Os agentes da Polícia Federal demoraram, mas conseguiram empilhar as cédulas sobre uma mesa longa para registrar a notável apreensão.

O prefeito tucano foi preso em flagrante sob acusação de lavagem de dinheiro. E a apreensão de dinheiro vivo guardado em casa não parou pela casa do prefeito, em Mongaguá.

Não muito distante dali, na cidade de Mauá, mais dois agentes políticos foram capturados pelos federais, um deles é secretário municipal de governo de Mauá. Trata-se de João Gaspar, do Partido Republicano Progressista (PRP). Com os acusados, os policiais apreenderam mais uma bagatela de R$ 588 mil e 87 mil reais em dinheiro vivo. Outros dois que terão muito o que se explicar à Justiça Federal. O certo é que muita água ainda vai rolar sob essa ponte. Sabe porque? A Polícia Federal confirmou que cumpriu nesta quarta-feira 154 mandados de busca e apreensão. Ou seja, tem muito material para ser analisado.

Sobre a operação Prato Feito
A Operação Prato Feito tem como alvo 30 prefeituras, 21 só no estado de São Paulo (as investigações também ocorrem em prefeituras do Paraná, Bahia e no Distrito Federal).

De acordo com as investigações, pelo menos cinco grupos criminosos estariam desviando recursos da União que seria destinados à compra e merenda escolar e outros serviços da Educação nesses municípios. Tem muita gente sendo investigada. Mais de 10 prefeitos e outros 4 ex-gestores, um vereador, quase trinta empresas, além de dezenas de outros servidores públicos estão sob o pente fino da PF. Os contratos suspeitos somam mais de um bilhão e meio de reais que teriam sido desviados por essa suposta organização criminosa.

Por meio de nota oficial, a Prefeitura de São Paulo disse que entregou toda a documentação solicitada e está colaborando com a investigação exigida. A prefeitura fez questão de enfatizar que os documentos são relacionados a processos de merenda escolar de 2010 e 2011.

News Atual


Titulo fixo
Titulo fixo

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Cidade News Online

Rua Londrina - 341 - Marcelândia

(66) 9999-41856

contato@cidadenewsonline.com.br

Copyright © 2012/2018 - CIDADE NEWS ONLINE - TODOS O OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL
CONTATO@CIDADENEWSONLINE.COM.BR 

Titulo fixo
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo